Recordista, Ceni planeja ampliar história de títulos no Tricolor

0
116

O goleiro Rogério Ceni completa 800 jogos pelo São Paulo no confronto contra o Nacional, no Uruguai. Mesmo consagrado, o jogador garante: ainda tem sede por títulos. Por isso, espera que o time do Morumbi chegue com força na briga por mais uma conquista da Copa Libertadores da América.
?As pessoas vão se acostumando com você, com seu nome, estilo de jogo e fica na memória. Ninguém é para sempre, eterno e insubstituível. Mas espero construir um pouco mais de história com uma conquista como essa?, avisou o camisa um, antes do embarque nesta terça-feira para o início das oitavas-de-final da competição sul-americana.


Desde 2005, Rogério Ceni incorporou ao currículo a marca de jogador com mais jogos pelo São Paulo. No entanto, o goleiro, de 35 anos, sabe que o casamento com a equipe do Morumbi vai terminar um dia.


?É o caminho dos mortais, você joga, constrói história e um dia acaba. Não somos para sempre?, comentou. ?Mas acho que tenho bom caminho para percorrer nesses dois anos de contrato que restam e espero atingir novas marcas?, reiterou o grande ídolo dos são-paulinos.


Decepção?: Rogério Ceni é um dos maiores críticos em relação às dificuldades enfrentadas pelo São Paulo na temporada. Insistentemente, o jogador falou durante todo o ano sobre as necessidades do reduzido elenco tricolor.


Para a segunda fase da Libertadores, a direção são-paulina trabalhou, mas não conseguiu novos reforços. Consciente do momento decisivo da competição sul-americana, Rogério Ceni evita críticas ao trabalho dos dirigentes.


?Não me decepciona a falta de reforços, não posso nunca usar essa palavra. Havia expectativa de contratação, de inscrever mais que o Jancarlos, mas temos uma boa equipe, com bons jogadores. Falta um meia, mas, de resto, contamos com ótimas peças?, analisou o capitão do bicampeão brasileiro.



(Fonte: Gazeta Press)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui