Ex-Palmas, técnico Marcelo Marelli faz boa campanha no Paulistão com time do interior

0
496

Técnico, que passou pelo Palmas em 2019, está em sua segunda temporada em trabalho consistente no comando do Taquaritinga

O técnico Marcelo Marelli, atualmente com 42 anos, vem conquistando cada vez mais espaço e firmando seu nome no futebol do Estado de São Paulo. Ele foi comandante do Palmas em 2019, tendo a oportunidade de disputar o Campeonato Tocantinense, a Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro. Marelli avalia o que mudou no futebol do Tocantins do tempo em que esteve no Palmas até os dias atuais, já que quase 5 anos se passaram desde então.

“O Futebol do Tocantins vem crescendo, evoluindo. Ainda precisa melhorar a questão da estrutura. Profissionalizar mais o futebol. Apesar da evolução, não consigo fazer, por exemplo, nenhuma comparação com alguma divisão do futebol paulista”, resume Marelli.

Confiança de trabalho

Atual 5º colocado no Campeonato Paulista da Série A-4, dentro da zona de classificação à Segunda Fase e a apenas 4 pontos do líder. Em 7 jogos no Paulistão, foram 3 vitórias, 3 empates e apenas 1 derrota. Esses são os números expressivos e consistentes que conquistou na atual temporada o técnico Marcelo Marelli, técnico do Taquaritinga, em sua segunda temporada no comando da equipe, onde quase conseguiu o acesso à Série A-3 no ano passado.

“Já conheço o ambiente em que estou, isso é importantíssimo. Tenho liberdade, já conheço as pessoas com quem trabalho, principalmente os gestores. Ao mesmo tempo, a pressão é maior, principalmente por essa campanha feita no ano passado. Pelas pessoas que estão aqui desde a última temporada, não tem um dia que não penso em acesso, em retribuir tudo o que recebi das pessoas aqui”, revela Marcelo Marelli.

Time de G-8

Mantendo boa regularidade no Paulistão e sempre figurando na zona de classificação à Segunda Fase, Marcelo Marelli não se dá por satisfeito e traça uma meta ainda mais desafiadora na competição: mais regularidade para, não só figurar entre os classificados, como estar no G-4 do estadual.

“É importante sempre estar entre os oito, ficar sempre nessa zona de classificação. Vamos buscar ser mais regulares para tentar a classificação entre os quatro. Porém, o mais importante é, sem dúvida, classificar. Meu pensamento é sempre jogo a jogo, não faço planejamentos longos, o campeonato é muito difícil e traiçoeiro”, explica o técnico do Taquaritinga.

Avaliação do Paulistão A-4

Na temporada de 2023, foi Marcelo Marelli que conseguiu um “acesso” com o Taquaritinga. No Campeonato Paulista da Segunda Divisão, também conhecida como “Bezinha”, pela nomenclatura antiga que recebia, a Série B, o técnico quase conseguiu levar o time já à Série A-3, porém, conseguiu entrar na nova divisão criada pela Federação Paulista de Futebol. Experiente, Marelli faz um balanço da nova divisão até agora que só entrou no calendário oficial da FPF nesta temporada.

“Se mostrou um campeonato muito competitivo, jogos em um bom nível. Ainda enfrentamos algumas equipes que jogam como jogavam na Bezinha, por uma bola, mas tem equipes que buscam jogar, ter a bola. Como os times têm, em sua maioria, jogadores novos, fica mais parecido com a Bezinha”, analisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui