Cruzeiro aposta em Mineirão lotado para superar Boca Juniors

0
136

Assim como o Boca Juniors se vangloria de ter seu estádio, a famosa La Bombonera, como seu 12º jogador, o Cruzeiro espera que o Mineirão esteja lotado nesta quarta-feira, às 19h10 (de Brasília), para superar o time argentino e alcançar às quartas-de-final da Copa Libertadores.
A missão, porém, não será nada fácil, uma vez que a Raposa precisa vencer por 1 a 0 ou, no mínimo, por dois gols de diferença para se classificar ? perdeu de 2 a 1 no jogo de ida, na Argentina. Para isso, espera contar com o apoio de sua torcida, que promete comparecer em peso à decisiva partida pelo torneio continental.


No primeiro dia, por exemplo, foram vendidos 45 mil dos 69.333 ingressos disponíveis, mais da metade da carga total colocada à disposição. A previsão, aliás, era que todas as entradas fossem vendidas, no máximo, até esta terça-feira, véspera do encontro entre argentinos e brasileiros.


Com este apoio, o treinador Adílson Batista acredita que será possível construir o placar necessário para seguir em frente. ?É um jogo dificílimo, que vai nos exigir o coração em campo. Tenho certeza que, com o apoio de nossa torcida, temos condição de passar à etapa seguinte, onde estaremos mais fortalecidos?, analisou.


No entanto, nem tudo são flores no Mineirão. O lateral-esquerdo Jadilson se machucou no segundo tempo da decisão do Campeonato Mineiro, contra o Atlético Mineiro, e ainda é dúvida. Segundo o medico do clube, Sérgio Freire Júnior, a confirmação ou não da escalação do atleta só sairá momentos antes do início do encontro.


 


 


Ficha Técnica
Cruzeiro:
Fábio; Charles, Thiago Heleno, Espinoza e Jadílson (Marquinhos Paraná); Henrique, Fabrício, Ramires e Wagner; Guilherme e Marcelo Moreno. –Técnico: Adilson Batista.
Boca Juniors: Caranta; González, Maidana, Cáceres e Monzón; Vargas, Battaglia, Dátolo e Riquelme; Palácio e Palermo.
Técnico: Carlos Ischia
Local: Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 07 de maio de 2008, quarta-feira
Horário: 19h10 (de Brasília)
Árbitro:
Carlos Chandía (Chile)
Assistente: Cristian Julio e Julio Díaz (ambos do Chile)


(Fonte: Gazeta Press)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui