Boca não poderá jogar na Bombonera até o final da Libertadores

0
143

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou sexta-feira que, seguindo um apelo do Cruzeiro, punirá o Boca Juniors pelo incidente da última quarta-feira, quando um torcedor atirou um objeto no assistente Pablo Fandiño, fazendo com que o árbitro uruguaio Jorge Larionda terminasse a partida entre as duas equipes antes do final dos acréscimos.
O Cruzeiro havia pedido que o resultado da partida, que terminou em 2 a 1 para o clube argentino, se alterasse, alegando que isso era pressuposto no regulamento do torneio sul-americano. A Conmebol, no entanto, manteve o placar, punindo o time argentino com uma multa de 30 mil dólares e a interdição de La Bombonera até o fim da competição.


Na pré- Libertadores, o Cerro Porteño já havia sido punido em situação semelhante, também após um jogo contra a equipe mineira. A torcida paraguaia começou a atirar objetos em campo quando a Raposa vencia por 3 a 2, em Assunção, o que resultou em uma multa de 20 mil dólares para a agremiação, além na interdição do Estádio Defensores del Chaco.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui