Tocantinense terá rebaixamento

0
144

Treze equipes iniciam neste sábado a luta pela conquista da 16ª edição do futebol tocantinense. Este ano como uma grande novidade – haverá o rebaixamento de duas equipes, algo, até então, inimaginável no nosso campeonato profissional. A competição terá dois grupos, um com sete times no A (Alvorada, Gurupi, Interporto, Ipiranga, Juventude, Paraíso e Palmas) e outro de seis, o Grupo B ( Araguaína, Tocantinópolis, Kaburé, Tubarão, São José e Tocantins de Palmas). As duas últimas equipes uma de cada grupo estará automaticamente rebaixada para segunda divisão de 2009.Diante deste novo quadro no futebol tocantinense, as equipes resolveram se reforçar para não correr o risco de ficar fora da elite.


Favoritos
Por ter iniciado a preparação visando a Copa do Brasil primeiro que os outros clubes, na teoria, o Palmas leva uma certa vantagem em relação aos adversários, apesar da derrota melancólica para o Atlético Mineiro por 7 x 0, na última quarta-feira, que pode ter mexido um pouco com o moral do elenco. Mas o grupo conta com a juventude e o talento dos meias-atacantes Lucas e Jocion, destaques na Copa do Brasil. A equipe vai em busca do bicampeonato.


Outros favoritos ao título são as equipes do Gurupi, Tocantinópolis e Araguaína – pois no papel estas três equipes se reforçaram muito visando chegar à conquista. Os três clubes trouxeram treinadores de outros centros – o Gurupi contratou Jorge Luiz Brochado, do futebol carioca. Já o Tocantinópolis acertou com o técnico Sebastião Hércules do Nascimento, 57 anos, mas conhecido como Triel, que veio de Goiás e o Araguaína, buscou o paulista Da Silva.


Intermediários
O São José, o Tocantins, e o Tubarão de Palmas, também fizeram várias contratações, mas ainda são uma incógnita neste início do campeonato. Da mesma forma o Paraíso, o Interporto, o Alvorada, o Ipiranga de Aliança, o Juventude de Dianópolis e o Kaburé.


Campeão
O time campeão do Tocantinense continuará sendo o representante do Estado na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro da Série C em 2009. O Tubarão, de Palmas, faz a estréia no campeonato, enquanto o Alvorada, que estava afastado do Estadual, retorna à competição.


Grupos
Na primeira fase as equipes serão divididas em dois grupos, sendo um de sete denominado A (Alvorada, Gurupi, Interporto, Ipiranga, Juventude, Paraíso e Palmas) e outro de seis, Grupo B ( Araguaína, Tocantinópolis, Kaburé, Tubarão, São José e Tocantins de Palmas). Nesta fase serão disputados jogos de ida e volta dentro do grupo, classificando para segunda fase quatro de cada.
2ª Fase
Na segunda fase os oito clubes estarão divididos em duas chaves de quatro, onde voltam a se enfrentar em ida e volta, avançando os dois melhores de cada às semifinais – 1ºdo Grupo A, 2º do Grupo A, 3º do Grupo B e 4º do Grupo B. Este grupo será denominado C. Já a outra chave, denominada de D – será composta pelas equipes 1º e 2º do Grupo B, 3º e 4º do Grupo A. Os vencedores das semifinais decidem o título. A final será em dois jogos de ida e volta com vantagem de mando de campo para equipe com melhor índice técnico a partir da segunda fase.


Rebaixamento
Estarão automaticamente rebaixados para 2ª Divisão de 2009, os dois clubes que apresentarem os piores índices técnicos, um de cada grupo na primeira fase do certame de 2008. Já no ano de 2009, a 1ª Divisão será disputada pelas 11 equipes classificadas de 2008. No entanto, as cinco últimas colocadas neste campeonato serão rebaixadas para 2ª Divisão de 2010.


Segundona
Ainda em 2009, será realizado o Campeonato da 2ª Divisão, integrada pelos clubes rebaixados de 2008 e 2009, além dos novos clubes que vierem a se profissionalizar, bem como os licenciados que decidirem retornar às atividades. A partir de 2010, a 1ª Divisão será composta por apenas oito clubes, sendo seis melhores classificadas do Estadual de 2009, mais o campeão e o vice do Tocantinense da 2ª Divisão, ambos do ano anterior.
 


(Fonte:Jornal do Tocantins)
 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui