Gurupi passa pelo Tocantins em jogo polêmico na Capital

0
119

Com uma arbitragem polêmica, gol nos acréscimos, e uma partida bastante acirrada, o Gurupi venceu o Tocantins, de virada, por 3 x 2, ontem à noite, em pleno Estádio Nilton Santos, em Palmas, em partida válida pela quinta rodada do Campeonato Tocantinense Grupo C. Com o resultado, o Camaleão do Sul assumiu a segunda colocação ao lado do Tocantins com sete pontos, mas perde no saldo de gols. Porém, como o Alvorada será julgado amanhã pela Segunda Comissão do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD), por supostamente ter utilizado o meia Warley de forma irregular, o clube que hoje lidera o Grupo C com nove pontos, pode perder seis, e com isso, o Tocantins e Gurupi assumiriam a ponta, mas o time da Capital levaria vantagem no critério de gols.


Jogo
O início da partida foi bastante truncado e os dois times nos primeiros 20 minutos não chegaram a criar nenhuma chance real de gol. Mas no primeiro desencontro do árbitro Jânio Pires com o assistente Carlos Conceição – gerou o primeiro gol da partida. É que o bandeira assinalou impedimento do ataque do Tocantins e o árbitro deu vantagem para o Gurupi, mas o goleiro pegou a bola com mão fora da área para sair jogando e o juiz marcou falta. Na cobrança, o lateral-esquerdo Diney bateu a falta direto para o gol e ninguém tocou nela 1 x 0 para o Tocantins. Quatro minutos depois o atacante Hevandro subiu com a zaga do Tocantins e empatou 1 x 1. Aos 33, o meia Héder bateu forte para o gol, o goleiro André espalmou e a bola tocou no travessão.Aos 35, Moacri sozinho não alcançou o cruzamento de Kenny.


2º tempo
O Tocantins começou melhor a etapa final e aos 6 minutos, Maciel fez 2 x 1, após uma linda jogada dos jogadores Juninho e Dudu. O Tocantins tinha o controle e o domínio do jogo, mas aos 20 minutos, o árbitro Jânio Pires deu cartão vermelho para o lateral-direito Rafael Brasília, que já havia recebido o amarelo no primeiro tempo, por reclamação. Mas o jogador achou que o juiz foi muito rigoroso com ele. Dali em diante o Tocantins jogou nos contra-ataques, mas aos 37 minutos, após cruzamento de Romarinho, Hevandro, livre na pequena área, empatou de cabeça – 2 x 2. Aos 44 minutos, o zagueiro Martony caiu na área do Gurupi sentindo dores e saiu de campo pela linha de fundo. Mas o atleta em seu retorno ao campo, ao invés de dar a volta por fora e ir até o meio-campo para retornar, resolveu cortar caminho. O assistente Fábio Pereira alertado pelo quarto árbitro Neto Florentino, chamou o juiz, que acabou expulsando Martony. Com dois jogadores e menos o juiz acrescentou sete minutos. E aos 51 minutos, o atacante Hevandro foi à linha de fundo e cruzou na cabeça do zagueiro Moacri, que mandou a bola para as redes – virando o jogo para o Gurupi 3 x 2. A comissão técnica e os jogadores do Tocantins sairam de campo inconformados com Jânio Pires. O juiz e seus assistentes sairam escoltados pela polícia.


(fonte: Jornal do Tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui