Governo do Estado libera de imediato R$ 15 mil para os clubes

0
123

Com o objetivo de ajudar os 13 clubes que disputam o Campeonato Tocantinense a remediar suas finanças até começarem ter acesso à liberação dos R$ 800 mil que o Governo do Estado destinou anteriormente aos times, ontem as secretarias do Esporte (Sespo) e da Fazenda (Sefaz), assinaram convênio com a Federação Tocantinense de Futebol (FTF) para liberação imediata da verba de R$ 15 mil para cada uma das equipes.


De acordo com a Secretaria do Esporte, a liberação imediata dos recursos pelo Governo Estadual foi uma maneira de poder ajudar os clubes neste início de competição a colocar em dia pendências como salários, alimentação, hospedagem até começarem a ter acesso à liberação dos R$ 800 mil que o governo destinou anteriormente. A Sespo informa ainda que a partir da 4ª rodada do Estadual, que acontece nos dias 14 e 15 de março, começa a vigorar a campanha Sua Nota Vale Ingresso.


Clubes
Para alguns dirigentes de clubes a iniciativa do Governo do Estado foi a melhor possível, no entanto, para o presidente do São José, Djacy Almeida, não irá ajudar seu clube quase em nada. Segundo ele, o ideal seria que a liberação fosse de R$ 30 mil. ? Estou insatisfeito com esta medida, como vou levar público no estádio??, indagou o presidente. Já o vice-presidente do Tocantinópolis, Salim Milhomem, disse que esta foi a maior ajuda que os clubes já receberam até hoje. ?Só tenho que agradecer e elogiar a atitude do Governo?, ressaltou ele, cuja a opinião do presidente do Palmas, também foi de agradecimento. ?Temos que colocar na cabeça que o Governo não tem obrigação nenhuma de ajudar a gente, já que os clubes são profissionais. Estou satisfeito?, destacou Fernando Rezende. O presidente do Juventude, João Batista, o Kurica, disse que esta ajuda chegou numa hora boa. ?Pelo menos vai ajudar a gente a colocar a casa em ordem neste início de temporada em que é difícil arrecadar alguma coisa?. Já o presidente do Paraíso, Márcio Leonino, o Romário, disse que estava satisfeito com esta ajuda e destacou ainda que cada dirigente que corra atrás de seus objetivos. ?Depois desta alividada dada pelo Governo, cada clube tem que ir atrás das notas fiscais e levar o público ao estádio?, recomendou o dirigente.


Para o secretário Estadual do Esporte, Palmeri Bezerra, essa foi uma saída, já que beneficia os clubes como forma de apoio e incentivo e contribui para que seja barateado o custo do ingresso ao torcedor.


 


Serviço
O valor mínimo de cada nota ou cupom fiscal a ser apresentado pelo torcedor (que valerá como ingresso), é de R$ 30 reais. Com isso, o valor a ser cobrado pelos clubes na bilheteria será de no máximo R$ 3,00, na 1ª fase, podendo chegar a R$ 5,00 na 2ª fase da competição. Para o clube, o valor a que passa a ter direito em cada nota ou cupom, é de R$ 4,00. 


 


(Fonte: Jornal do Tocantins)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui