Flu bate o Vasco e quebra tabu de 2005 na Taça Rio

0
145

No clássico desta quinta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Estadual, melhor para o Fluminense. O Tricolor derrotou o Vasco por 2 a 1, neste domingo, no Maracanã. Os gols foram marcados por Thiago Neves e Washington, enquanto Edmundo descontou para o Gigante da Colina.


Com o triunfo, o Fluminense, além de pular para a liderança do Grupo A do returno, com 13 pontos, quebrou um tabu, pois não superava o Vasco desde 2005. Já o Cruzmaltino, segundo da Chave B, com 12, segue sem vencer um clássico nesta edição do Estadual (já tinha perdido para Botafogo e Flamengo).


Na próxima rodada, o Fluminense encara o Mesquita, nesta quarta-feira, às 19h30, no Maracanã. No mesmo horário, mas no dia seguinte, o Vasco pega o América, em São Januário.


O Fluminense entrou em campo sem nenhuma novidade. Já Alfredo Sampaio, ao contrário do que disse na última quinta-feira, deixou Alex Teixeira no banco e colocou o Vasco bem defensivo, com Jonílson, Amaral e Beto no meio-campo.


Quando a bola rolou, o equilibro tomou conta do clássico. O Vasco, porém, dependia apenas de Edmundo e Morais. Mais técnico, o Fluminense, aos poucos, começou a dominar o setor de meio de campo.


Não demorou muito e, aos 23, Thiago Neves abriu o placar para o Tricolor. Quatro minutos depois, precisando mudar o panorama da partida, Alfredo Sampaio sacou o volante Amaral e colocou o atacante Alex Teixeira, deixando o time mais ofensivo.


O Vasco melhorou e poderia até ter ido para o intervalo com o empate. Aos 44 minutos, após uma confusão na entrada da área do Fluminense, Alex Teixeira dividiu com o goleiro tricolor e não marcou.


O segundo tempo começou com uma ligeira vantagem para o Vasco. Porém, o Fluminense era perigoso nos contra-ataques. Num deles, aos 14 minutos, Washington aumentou para o Tricolor.


Na base do tudo ou nada, Alfredo Sampaio foi para as duas últimas alterações no Vasco. O treinador tirou Alan Kardec e Beto e botou Jean Souza, respectivamente.


O Vasco ainda tentou algo e, aos 47 minutos, Fabinho cometeu pênalti em Wagner Diniz. Aos 48, Edmundo cobrou e converteu. Porém, a vitória do Fluminense estava garantida.


Fluminense: Fernando Henrique, Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto e Junior Cesar; Ygor, Arouca (Maurício), Darío Conca e Thiago Neves (Tartá); Cícero e Washington (Fabinho). Técnico: Renato Gaúcho
Vasco: Tiago, Wagner Diniz, Jorge Luiz, Eduardo Luiz e Calisto; Jonílson, Amaral (Alex Teixeira), Beto (Souza) e Morais; Edmundo e Alan Kardec (Jean) – Técnico: Alfredo Sampaio
Data: 23/03/2008 (Domingo)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro:
Djalma Beltrami (RJ)
Auxiliares: Jackson Lourenço Massara dos Santos (RJ) e Rodrigo Pereira Jóia (RJ)
Público: 36.881 (pagantes) / 43.709 (presentes)
Renda: R$ 566.085,00
Cartões amarelos: Thiago Silva, Junior Cesar e Fabinho (Fluminense). Wagner Diniz, Jonílson e Morais (Vasco).
Gols: Thiago Neves, aos 23 minutos do primeiro tempo. Washington, aos 14 minutos; e Edmundo, aos 48 minutos do segundo tempo. 


(Fonte:UOL)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui