Flamengo bate o Cienciano pela Libertadores

0
134

A cada jogo, um herói. Depois de Diego Tardelli, foi a vez de Marcinho entrar e decidir uma partida. Contra o Cienciano, na quarta-feira à noite, no Maracanã, o jogador marcou o gol da sofrida vitória por 2 a 1 sobre o time peruano aos 44 minutos do segundo tempo.


Marcinho garante a vitória do Fla. O resultado garantiu a liderança do Grupo 4 aos cariocas, com quatro pontos em dois jogos. O Cienciano está na vice-liderança, com três, ao lado do Nacional. O Coronel Bolognesi, que tem um ponto, está na lanterna. Curiosamente, o gol do alívio flamenguista foi construído por jogadores que saíram do banco de reservas. Jônatas lançou, Obina dominou e Marcinho transformou-se no salvador.


O trio de arbitragem paraguaio teve uma atuação muito ruim, errando para os dois lados. Porém, dois entre os três lances cruciais da partida foram a favor do Fla: um gol legítimo do Cienciano, anulado pelo bandeira Carlos Galeano, e um toque de mão de Marcinho em seu gol (assista ao vídeo acima). O árbitro paraguaio Ricardo Grance também não viu mão de um zagueiro do Cienciano dentro da área.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui