Dois anos da morte do mestre Têle Santana neste dia 21

0
114

Os amantes do futebol lembram com tristeza do dia 21 de abril de 2006. Foi neste dia que morreu o técnico Telê Santana (foto), que dirigiu a Seleção Brasileira em duas Copas do Mundo e levou o São Paulo ao bicampeão mundial, no começo da década de 90.


O ex-treinador, que estava afastado do futebol há 11 anos na ocasião, passou um tempo internado no hospital, pelo derrame que sofreu. Fraco e sem maiores condições de sobrevivência, Telê Santana não resistiu e faleceu no dia 21 de abril, há dois anos. 
 
Mas todos os torcedores lembrarão de Telê em sua áurea época, como técnico de equipes talentosas, que priorizavam o ataque ao invés dos jogo truncado e violento.


Começo da carreira!
Telê iniciou sua carreira vitoriosa de treinador no Fluminense, em 69. Pelo clube do Rio de Janeiro, conquistou a Taça Guanabara e, depois, o Campeonato Carioca daquele ano. Em 70, mudou-se para o Atlético-MG e levou o time alvinegro ao seu único título brasileiro, na temporada de 71 – ainda foi campeão mineiro, em 70.


Após anos no Galo, transferiu-se para o Grêmio. Manteve sua série de conquistas e levou o Tricolor ao título gaúcho, em 77. Em 80, assumiu o Palmeiras e ficou apenas dois anos por lá. O time era limitado, mas Telê fez milagre e o Verdão chegou a golear o Flamengo de Zico por 4 a 1, no Brasileiro de 81.


Seleção Brasileira: Azar da Copa do Mundo!
Pela Seleção, Telê tem ótimas e ruins lembranças. Assumiu no final de 81 e montou o fantástico time que encantou o mundo na Copa do Mundo de 82. Mas a constelação de Sócrates, Zico, Júnior, Leandro, Falcão e Cerezo parou na Itália de Paolo Rossi, que venceu por 3 a 2 e, pouco depoi, sagrou-se tricampeã mundial.


Quatro anos depois, Telê Santana estava de volta à uma Copa do Mundo. Com a mesma geração – reforçada por nomes como Careca,  Muller e Branco -, o Brasil parou desta vez na França, após disputa de pênaltis contra os europeus.


Enfim, campeão do mundo!
Taxado por muitos como pé-frio, Telê Santana voltou ao status de grande treinador ao dirigir o São Paulo. À princípio, o treinador ficaria apenas seis meses no time do Morumbi, mas, com tantos bons resultados, ficou longos seis anos…


Em 91, o primeiro título. Sob a batuta de Zetti, Cafu e Raí, o São Paulo conquistou seu terceiro título brasileiro,  na final contra o Bragantino. Em 92, a temporada mais vitoriosa da história do clube. No primeiro semestre, o time conquistou a LIbertadores pela primeira vez, em cima dos argentinos do Newell’s Old Boys.


No segundo semestre, a equipe faturou o Paulistão (em duas partidas incríveis contra o Palmeiras) e o Mundial de Clubes, ao bater o timaço do Barcelona, do búlgaro Stoichkov.


Em 93, mais conquistas. Bicampeonato da Libertadores (contra o Universidad Católica, do Chile) e do Mundial de Clubes (ao bater o Milan, por 3 a 2, com gol espírita de Muller) e mais conquistas. Ao todo, Telê Santana conquistou 22 títulos no São Paulo, nos seis anos mais gloriosos da equipe do Morumbi. 


 


(Fonte: AGência Futebol do Interior)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui