Corinthians inicia calvário na Segundona contra o CRB

0
128

O calvário do Corinthians começará com festa. Na reabertura do Pacaembu, às 16 horas (de Brasília) deste sábado, a Fiel promete proporcionar à renovada equipe de Mano Menezes uma recepção à Segundona digna de Série A. O primeiro time na história a cruzar o caminho do Timão na competição será o modesto CRB.
O ambiente festivo, contudo, não ilude o técnico Mano Menezes, calejado pela experiência de comandar o Grêmio na Série B de 2005. Ele sabe que de nada valerá o estádio lotado, com homenagens ao corintiano Ayrton Senna nas arquibancadas e estréia do meia Douglas no gramado, se sua equipe não fizer jus ao favoritismo assumido pelo volante Fabinho. ?Será uma tragédia se não subirmos?, disse o atleta.


?O CRB pode ser um adversário desconhecido, mas isso não é conceito de frágil ou forte. Precisamos jogar para saber como será, e vamos respeitar a todos. Estamos em uma semana propícia para não subestimar ninguém no futebol, porque tivemos inúmeros exemplos de que não se ganha sem jogar?, afirmou Mano, em referência a derrotas como a surpreendente queda do Flamengo diante do América do México, pela Copa Libertadores.


Se o time do CRB representa uma incógnita para muitos alvinegros, o do Corinthians é mais do que conhecido. Neste sábado, a equipe que reconquistou sua torcida com vitórias sobre Goiás e São Caetano, pela Copa do Brasil, ganhará o reforço do meia Douglas. O ex-jogador do São Caetano está finalmente liberado para estrear em uma partida oficial.


Douglas ganhou a vaga de Diogo Rincón na equipe titular. Apesar de sacar outro meia, Mano Menezes cogita escalar o Corinthians com uma formação mais ofensiva diante do CRB, improvisando o também recém-chegado Eduardo Ramos como volante, ao lado de Fabinho. Perdigão é a opção para o setor.


A última novidade do Corinthians ficará reservada para o decorrer da partida. Mano confirmou a intenção de contemplar o lateral-direito Alessandro, afastado por mais de dois meses em razão de contusão muscular, com uma de suas substituições. ?Mas vai depender do que estiver acontecendo?, ressalvou o comandante.


E o técnico do Timão provou que também está informado sobre o seu oponente. ?A maior dificuldade que se tem nessa hora é saber a real capacidade do CRB, que também foi eliminado prematuramente em seu campeonato. Eles mantiveram o Roberval Davino, que é um velho conhecido de todos, mas modificaram a formação?, mencionou.


?Continuaram com o Junior Amorim, que foi o melhor do campeonato e vai jogar mais solto. Têm dois meias se aproximando desse homem. Vão formar uma linha de três e empurrar os alas para cima da gente, para tirar nosso espaço. Tudo depende do nosso comportamento em cima deles também?, alongou-se Mano Menezes.


Pelo CRB, Roberval Davino falou o que todo corintiano gostaria de escutar. ?O Corinthians é um time que está com cara e atitude de Série B. Todo cuidado é pouco. Assim como Grêmio e Palmeiras, é uma equipe que não pode demorar muito para subir. E vai voltar para onde nunca deveria ter saído. As condições de trabalho que estão sendo oferecidas tornam o time favorito absoluto?, elogiou o treinador. O Timão espera comprovar o discurso a partir deste sábado.


 


Ficha Técnica
Local:
Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 10 de maio de 2008, sábado
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro:
Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Assistentes: Paulo Sérgio Durães Fernandes e Marco Aurélio dos Santos Pessanha (ambos do RJ)
Corinthians: Felipe; Carlos Alberto, Chicão, William e André Santos; Fabinho, Eduardo Ramos (Perdigão), Douglas e Lulinha; Herrera e Dentinho
Técnico: Mano Menezes
CRB: Jefferson; Mateus, Márcio e Plínio; Marcos, Serginho, Fabiano Silva, Jamba, Helder e Marcinho; Júnior Amorim –Técnico: Roberval Davino
 
(Fonte:Gazeta Press)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui