Terceira Copa Faca na Caveira reúne mais de 400 atletas de Jiu-Jítsu

0
388

No último sábado, dia 23 de março, o cenário esportivo de Tocantins foi palco para a emocionante Terceira Copa Faca na Caveira, um evento de Jiu-Jítsu que atraiu mais de 400 atletas de diversas modalidades. Organizado pela Federação de Jiu-Jítsu do estado, o torneio também contou com a presença marcante de mais de 100 atletas provenientes de projetos sociais, os quais foram agraciados com descontos especiais para participarem do evento.

O evento teve lugar na Escola de Tempo Integral Padre Josimo, situada em Palmas, onde as dependências da escola se transformaram em um verdadeiro campo de batalha para os praticantes da arte marcial.

Atletas de todo o Tocantins, assim como representantes do Pará, marcaram presença, demonstrando a abrangência regional e o prestígio da competição.

A competição não apenas celebrou a arte marcial, mas também promoveu a inclusão social e o engajamento comunitário, ao oferecer oportunidades a atletas de diferentes origens e condições sociais.

Durante as intensas disputas no tatame, cada competidor demonstrou sua habilidade e determinação em busca da vitória. Ao final, as equipes se destacaram pelo seu desempenho, sendo premiadas pela organização do evento.

Em uma breve declaração, o presidente da Federação de Jiu-Jitsu do Tocantins, Wesley Dias Mesquita, expressou sua satisfação com o sucesso do evento e destacou a importância do esporte como ferramenta de transformação social: “Estamos extremamente felizes com o desenrolar do evento, que reuniu atletas de diversas partes do Tocantins e também contou com a participação de representantes do Pará. Além de promover o Jiu-Jitsu, buscamos proporcionar oportunidades para aqueles que estão em situação de vulnerabilidade. O esporte é uma poderosa ferramenta de inclusão e superação, e é isso que queremos continuar promovendo em nossa comunidade.”

A classificação final da Terceira Copa Faca na Caveira ficou assim estabelecida: em primeiro lugar, a Atrium BJJ mostrou sua supremacia no tatame; seguida pela Gracie Humaitá, que conquistou o segundo lugar com sua técnica e garra; e em terceiro lugar, a Caio Terra Association, demonstrando sua força e habilidade no Jiu-Jitsu.

O evento não apenas ressaltou a importância do esporte como também fortaleceu os laços entre os praticantes, equipes e comunidade. A Terceira Copa Faca na Caveira não foi apenas uma competição, mas sim um momento de união e celebração para todos os envolvidos.

Esse foi mais um passo significativo no crescimento e desenvolvimento do Jiu-Jitsu em Tocantins, demonstrando o potencial e a paixão dos atletas locais pela arte marcial. Que venham mais eventos como este, enaltecendo não apenas o esporte, mas também os valores de solidariedade e superação que o acompanham. (Fonte: Heli de Souza Guimarães Junior)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui