Alcides Gonçalves é reconhecido pelo trabalho com as categorias de base e recebe homenagem em Gurupi

Alcides Gonçalves recebe a homenagem que foi concedida pelo vereador Jonas Barros (PV) - Foto: http://cock1.com.br/
Alcides chegou a Gurupi em 1974, quando tinha 9 anos de idade - Divulgção/ http://cock1.com.br
Alcides chegou a Gurupi em 1974, quando tinha 9 anos de idade – Divulgação/ http://cock1.com.br

São quase 30 anos dedicados ao futebol das categorias de base. O treinador e colaborador do Jornal Cocktail, Alcides Gonçalves, na manhã desta terça-feira, 13, foi reconhecido pelo trabalho que desempenha com crianças e adolescentes, na câmara de vereadores recebendo o título de cidadão gurupiense.

A homenagem foi concedida pelo vereador Jonas Barros (PV) que enfatizou a importância do trabalho que o técnico faz na cidades.

“A história de Gurupi é feita por várias mãos e o Alcides trabalha há quase 30 anos tirando crianças e adolescentes das ruas e colocando no esporte. Crianças que alcançam êxito”, comentou completando que o treinador deveria ter mais apoio do poder público e dos empresários. “O meu desejo é que a sociedade enxergue o trabalho valoroso que o Alcides realiza em Gurupi”, enfatizou o vereador.

Bastante emocionado, Alcides agradeceu a homenagem e falou sobre as dificuldades do seu trabalho, pois há pouco apoio e recursos financeiros, mas segundo ele, é gratificante ver o envolvimento das crianças e adolescentes e perceber que esses meninos têm se tornado cidadãos de bem.

Alcides chegou a Gurupi em 1974, quando tinha 9 anos de idade e em 1988 iniciou o trabalho com as categorias de base formando o primeiro time chamado Grêmio, após um ano fundiu com o Gurupi Esporte Clube, que não tinha categoria de base, e após 10 anos houve um problema e formou o time Afagu, em 2004, fundiu novamente com o Gurupi Esporte Clube, após um convite do então presidente do clube, Valnir Soares, e no primeiro ano já foi campeão na Copa São Paulo sub 18.

Alcides não sabe precisar quantas crianças já treinou, mas atualmente trabalha com cerca de 150 meninos divididos nas categorias sub 11, sub 13, sub 15, sub 17 e sub 18. Ele começa a treinar meninos a partir dos 9 anos que ficam sob seu comando até os 18 anos.

alcides-25

Ele avalia o trabalho como de grande valor social, pois segundo ele, são meninos que se mantêm longe das drogas, da criminalidade, que se esforçam nos estudos, que criam um laço forte de amizade entre eles. “É uma socialização enorme. E temos atletas que se destacam, e isso gera nele uma vaidade do bem, pois tem reconhecimento e isso faz com que ele pense duas vezes antes de fazer algo errado, porque é conhecido. Temos uma contribuição também no lado da saúde porque crianças e adolescentes que praticam esporte têm uma vida mais saudável”, explana completando também que tem atletas do seu plantel que alçaram novos voos. “Atualmente temos dois atletas que estão jogando no interior de São Paulo e outros que já saíram daqui para outros estados também, e isso é muito gratificante. Esse trabalho que realizo é por amor, pois não tenho remuneração e nem mesmo uma ajuda de custo financeira mensal para os atletas. Conseguimos algum recurso com o poder público quando vamos viajar”, conta.

E mesmo sem apoio, os times treinados por Alcides tem conseguido êxito nos campeonatos que participam. Ele lembra que em 2004, o time Sub 18 foi campeão em São João da Boa Vista (SP), o time Sub 17 já soma três vice-campeonatos nos torneios em Poços de Caldos (MG); em 2012 o time Sub 16 foi campeão em São João da Boa Vista (SP), em 2015 o Sub 18  foi  Campeão em Itumbiara (GO) e esse ano já venceu com Sub 18 mais um campeonato em São João da Boa Vista (SP).

(Fonte: http://cock1.com.br/arquivos/noticias/alcides-goncalves-e-reconhecido-pelo-trabalho-com-as-categorias-de-base-e-recebe-homenagem/