Ações sociais do Rally dos Sertões terão cirurgia contra câncer de colo de útero em Natividade e Ponte Alta

A solidariedade também marca presença na trilha do Rally dos Sertões. Enquanto pilotos e navegadores disputam o título de uma das maiores provas off-road do mundo, os voluntários do S.A.S. Brasil vão desenvolver atividades de saúde – incluindo cirurgias de câncer de colo de útero e de pele -, cultura e esportes para adultos e crianças. A ação tem parceria com a Dunas, Roche e o Hospital do Câncer de Barretos, entre outros.

O S.A.S. contará com quatro consultórios em uma carreta e terá 16 pessoas em ação, sendo oito médicos. Eles irão atuar em três cidades: Cavalcante (dias 4 e 5 de setembro) e Ponte Alta (dia 9), que estão na rota do Sertões 2016, e Natividade (dia 7), que fez parte da prova em 2013.

“Vamos realizar atendimentos pediátricos, de oftalmologia, ginecologia e, inclusive, cirurgias de câncer de colo de útero e de pele em pessoas que passaram por triagem na nossa pré-expedição, que ocorre entre 5 e 8 de agosto”, afirma a médica Adriana Mallet, uma das idealizadoras do S.A.S.

Os voluntários também vão promover cursos de primeiros-socorros, atendimentos odontológicos, arte, pintura e esportes. A lateral do caminhão usado pelo grupo serve de tela para a exibição de filmes, atividade desenvolvida em parceria com a Cinemagia.

O S.A.S. surgiu em 2013, com a missão de levar saúde e alegria para os moradores das regiões mais carentes do país, promovendo ações de bem-estar, entretenimento e sustentabilidade.

Garotada participa da orientação de escovação durante ação do Rally dos Sertões – Fotos: Mártin Pederneiras/Vipcomm

O grupo é formado por médicos, educadores, engenheiros e outros profissionais voluntários e já percorreu 24.180 quilômetros pelo Brasil afora. Passou por 12 Estados, atendeu 20 comunidades e impactou a vida de pelo menos 10 mil pessoas.

“Acreditamos que cada pessoa tem muito a contribuir por um mundo melhor e o S.A.S. é um convite para que em uma viagem, cada pessoa descubra a sua maneira de fazer isso”, afirma Adriana.

Para financiar o projeto o grupo realiza financiamento coletivo no site Catarse (https://www.catarse.me/sasbrasil4?ref=ctrse_explore_featured_medium). Os interessados em apoiar podem realizar contribuições com valores entre R$ 30 e R$ 2.240.